Gestão Moderna: quando ser ágil não é suficiente

Nessa próxima segunda-feira, 10/08 a partir das 20 hs, vamos começar mais uma grande programa de conteúdo no Software Zen: O “Gestão Moderna para Projetos de Software” com o Rodrigo Yoshima.

Ainda não se matriculou? Clique aqui para conhecer os detalhes e se matricular…

Como todos os outros cursos aqui do Software Zen, esse é um programa autoral. O Yoshima traz toda sua experiência e bagagem prático-conceitual para compartilhar com os participantes sua visão do mundo da gestão de projetos e negócios. Ontem mesmo ele publicou um artigo e já compartilhou no grupo de Telegram dos alunos do curso. Já estamos todos em clima de aquecimento!

No artigo, ele descreve como sua empresa passou pela crise da pandemia e saiu do outro lado mais forte. Não porque a empresa apenas lutou para sobreviver, mas porque se estruturou em torno de um posicionamento conceitual antifrágil.

Segundo ele, o valor da adaptação trazido pelo movimento Ágil não é suficiente. É preciso ir além. E é sobre “esse além” que ele vai falar nesse curso.

Para ir além do Ágil, o Yoshima vai trazer Fit for PurposeSTATIKCynefin, uma adequada compreensão da complexidade, as dimensões tribais de Ray Immelman com seus dois modelos de Assessments (de Segurança e de Valor), e claro, toda a conceitualização de análise de risco do Taleb: opcionalidadeassimetrias e as estratégias côncava e convexa para saber lidar com os processos decisórios mais difíceis.

Então se prepare aí. Se você já se matriculou, provavelmente a ansiedade está alta para a primeira aula nessa segunda. Mas se ainda não está dentro, é só clicar aqui e fazer a sua parte…