Novo ensaio: da crise do software à crise de significado e a importância de aprender a compreender

Há pouco mais de uma semana, abrimos as matrículas da 11a. Edição do Software Zen e a expectativa por aqui está bastante alta. Já estamos nos aproximando dos 100 participantes nessa edição e ainda tem muita coisa pra acontecer até o início das nossas atividades oficiais no dia 14/10. A expectativa é ultrapassar fácil os mais de 300 participantes da última edição, especialmente quando abrimos a rematrícula para os ex-alunos se juntarem a nós.

  • Se você é um desses quase 100 inscritos não esqueça de conferir o conteúdo da SPRINT 0 no site da turma no nosso Dojo. Lá você poderá conferir o material preparatório e fazer o seu setup inicial. Nesse momento, já tem gente ganhando pontos e subindo no ranking de participação da turma. \o/
  • Se você é ex-aluno, aguenta aí firme que no dia 07/10 faremos a convocação para que você possa estar conosco também nessa edição.
  • Se você ainda não se matriculou, fique ligado que nessa sexta-feira, 27/09, vai se encerrar o prazo para mais uma virada de lote de matrícula. A matrícula pode ser feita aqui diretamente nesse link… 

Ainda dentro da programação de conteúdo preparatório para essa próxima turma do Software Zen, hoje eu publiquei um artigo intitulado:

Da crise do software à crise de significado: a importância de aprender a compreender (9min de leitura)

Nesse artigo, em formato de ensaio, você vai encontrar uma síntese de parte do que estou lendo no momento, combinado com alguns temas que hoje me interessam mais. Espero que goste da leitura.

Veja o que eu cubro nesse ensaio:

Introdução

  • Ortega Y Garcia, a incompreensível sabedoria dos fatos, e como sabemos tantas coisas que não compreendemos!
  • O epigrama de Edward Wilson sobre como o mundo daqui pra frente será daqueles capazes de fazer ‘síntese’
  • análise vs síntese e a sua relação com a construção de significado do que fazemos
  • requisito vs user story como um exemplo de análise vs síntese
  • A síntese como um processo de ampliação de significado
  • A diferença brutal entre “concluímos a implementação de 15 requisitos e estamos agora pari-passo com o cronograma do projeto” e “o cliente agora está estornando pagamentos usando o nosso sistema”
  • A crise do significado e o que isso tem a ver com o processo de construir software

Software como engenharia

  • Sobre a era do “software como engenharia”
  • A “engenharia de software” como disciplina na faculdade e o conflito com a engenharia como é hoje nas empresas
  • Sobre o meu projeto final na faculdade e sobre como ele foi um ótimo exemplo de fazer com muita eficiência o que não precisava ser feito
  • Como as suas premissas determinam o caminho para você chegar às conclusões que chega.

Crise do Software?

  • A crise do software como grande evento sociológico
  • A “Engenharia de software” e sua resposta à crise do software
  • A real causa da crise do software
  • Como a crise do software não é uma crise, mas um perennial problem.
  • Uma pista para a solução: entregar o escopo necessário no prazo e orçamento combinados não é a meta que devemos perseguir!

Reconciliando-se com o passado

  • O que podemos aprender com o passado e o valor de se reconciliar com ele para construir o futuro
  • Anunciando Chris Argyris como o grande homenageado da 11a. edição do Software Zen
  • O trabalho de Chris Argyris sobre a integração indivíduo-organização
  • A construção de sentido mútuo para criar uma relação saudável do indivíduo com a organização

A crise do significado

  • As perguntas que a organização e o indivíduo devem fazer um para o outro
  • A teoria de significado que deve harmonizá-los
  • A era dos fatos sem significados e como lidar com isso
  • turnover como exemplo de fato que esconde um significado

A história que nos orienta

  • Ortega Y Gasset e a defesa da importância humana dos significados por trás dos fatos
  • Qual a ordem por trás dos fatos que nos sobrecarregam?
  • A crise do significado e a ausência da história que amarra os eventos do dia-a-dia
  • A rede de sentido que precisamos criar para nos integrar a nossa realidade de forma construtiva
  • A importância de se reconciliar com a sua circunstância e evoluir a partir dela
  • Mensagem final: Aprender a compreender.

Leia agora no Medium, deixe seu joinha se gostou, ou me diga o que achou nos comentários 😉

Da crise do software à crise de significado: a importância de aprender a compreender (9min de leitura)

Abraços,
Alisson Vale